Passeio com o 5° ano para Araquari e São Francisco do Sul

No início de novembro, as turmas do 5º ano matutino e vespertino, na companhia das professoras Lenara, Vilma, Fernanda e da orientadora pedagógica Rosangela, realizaram um passeio para São Francisco do Sul, com o objetivo de vivenciar na prática, os conteúdos abordados em sala de aula. São Francisco do Sul é a cidade mais antiga de Santa Catarina e a terceira mais antiga do Brasil, portanto, tem muita história para contar!

A primeira parada foi na cidade de Araquari, para visitarmos o Memorial do Descobrimento do Brasil, que traz ao público, a réplica de uma das embarcações de Pedro Álvares Cabral. Junto em seu roteiro, o Memorial apresenta duas ilhas, a Aldeia Indígena Tupi Guarani e a outra ilha que leva o nome da árvore símbolo do país, Pau-Brasil, composta com alguns exemplares da árvore.

Em seguida, partimos com destino a São Francisco do Sul, visitando primeiramente o Museu Histórico da Cidade, que recebe o nome de Museu Histórico Prefeito José Schmidt, fundado em 1985 e se localiza em um dos mais antigos prédios da cidade, conhecido como o “Palácio da Praia do Mota”. A construção do prédio se iniciou no século XVIII. Com a finalidade, conforme era o costume da época, de ser o local da Câmara dos Vereadores e Cadeia Pública, que funcionou até 1968. As celas estavam estabelecidas no térreo do Palácio da Praia do Mota. Ali já foram encarcerados desde simples arruaceiros até alguns líderes revolucionários da Guerra do Contestado. Conta, também, sobre a visita do presidente Getúlio Vargas em 1940. Nessa ocasião foi servido um jantar na cidade e até hoje o menu e vários talheres estão conservados e expostos no museu!

Encerramos os passeios da manhã, com um delicioso almoço na Baía da Babitonga!

No período da tarde, após uma pausa para compra de lembrancinhas e um delicioso sorvete com os colegas de viagem, fizemos o passeio de trenzinho pelo centro histórico da cidade, momento de muito aprendizado!

Finalizando a viagem com “chave de ouro”, conhecemos a sede do Projeto Toninhas, que reúne uma equipe de profissionais, além de alunos vinculados aos cursos de Ciências Biológicas da UNIVILLE. As pesquisas com mamíferos marinhos vêm sendo desenvolvidas há mais de quinze anos na Baía da Babitonga, voltadas principalmente à ecologia e comportamento da toninha (Pontoporia blainvillei) e do boto-cinza (Sotalia guianensis). O acervo do Espaço Ambiental Babitonga é composto por espécies da região, incluindo animais taxidermizados, esqueletos e moldes de animais. Três dioramas buscam representar os ambientes de restinga, mata atlântica e

o fundo do mar. Além disso, o ESAB conta com seis aquários com espécies da fauna da região e um tanque de toque com invertebrados marinhos. No seu entorno há um manguezal, que visitamos. Esta viagem foi inesquecível! Acompanhe as fotos a seguir.

Intenção de Matrícula

Intenção de Matrícula